Um conto de terror como uma praia

Hoje foi a última parte da oficina de fanfics de terror que eu estou fazendo (falei sobre ela aqui). Cheguei até lá com o meu conto estruturado, uma parte escrita, etc. Sei claramente o início do conto, sei onde quero chegar, mas os meios para atingir o clímax e chegar ao fim, sempre estiveram um pouco obscuros para mim, embora eu tivesse algumas idéias que eu acho interessantes.

Hoje, na oficina, fui escrevendo mais um pouco, e percebi algumas inconsistênicias no que já tinha escrito. Teria que voltar e reescrever. Até porque, o pedaço que eu escrevi se parecia mais com uma rota um pouco diferente da que eu tinha imaginado quando comecei, uma hipótese que tinha levantado antes, mas não tinha certeza se ia usar ou não. Voltei da oficina para o trabalho pensando em reescrever, mas, entre passar duas horas no trabalho e tomar o caminho de casa, a história mudou novamente na minha imaginação, e o plano a, o que eu usei no início, parecia bem melhor que o b, então na verdade, quando eu reescrevesse eu tinha que levar em consideração outras coisas. Agora, que já cheguei em casa, fiquei um pouco sozinha, tomei banho (o banho é um momento mágico para pensar), não estou mais sentido frio (que clima chato o de hoje, viu!) e já estou em frente ao meu computador, me parece que precisarei de um plano c. Também tive a idéia d, que, se eu quiser levar para a frente, vou ter que mudar muita coisa, mas, devo confessar, é uma idéia muito tentadora.

Puxa vida! Essa não é uma aventura de RPG que eu esteja mestrando, onde eu tenho que pensar em várias coisas que podem acontecer de acordo com o que os jogadores fizerem. É só um conto curto, e eu tenho que escrever o que há de ser escrito. Talvez “Escrever sozinha” seja  é um termo muito forte. Mas eu tenho que entender o que as Musas querem, e qual caminho faz um conto melhor, mais interessante para o leitor, uma experiência mais bacana para mim enquanto escritora iniciante…

E aí eu paro, olho para o teto e suspiro, e vejo o quanto minhas leituras, prévias ou atuais, constroem a Lórien escritora. O livro que estou lendo agora está, junto com outras leituras, influenciando minhas decisões (Não dá para negar que os meus protagonistas estão diretamente relacionados ao Mr. Strange e ao Mr. Norrell, e, provavelmente, se eu não estivesse lendo esse livro, teria escolhido outro enredo completamente diferente!) , o  quanto minhas aulas na faculdade influenciam minha escrita, o quanto eu sou influenciada até por livros que eu li e não gostei (me peguei pensando sobre uma idéia que tive no banho ” não posso dar tal rumo a essa história, ou ela vai ficar muito parecida com tal livro que eu li uma vez e não achei bacana!”)  e o quanto eu ainda tenho que aprender!

Meu conto é como o contorno de uma praia, muda constantemente conforme as ondas batem, e voltam. Tem momentos de apagar e sobrescrever  mas é preciso lembrar que eu preciso ir adiante. Ou corro o risco de ter mais um escrito travado pela metade, que não chega a lugar algum, ou que pouco avança, devido às constantes reescritas. Isso já aconteceu outras vezes, mas como, dessa vez, eu tenho questões externas (eu quero cumprir a tarefa da oficina e entregar o conto, já que nem sempre se tem o privilégio de receber feedback de  uma escritora profissional, dizendo onde você pode melhorar), além do constante desafio, que já é quase um mote de vida, de aprender a terminar o que eu começo. O equilíbrio entre voltar e continuar ainda é complicado para mim, eu preciso aprender a me equilibrar nesse barco literário. Não estou segura de que darei conta da tarefa, mas estou muito esperançosa.

Não estranhem se meus posts desse blog se tornarem, por um tempo, pedaços do meu conto, ou forem inundados por criaturas da noite. Mas eu preciso me esforçar muito para terminar esse conto nos próximos dias. Se o melhor jeito for usar o tempo de postagem no blog para escrever o conto, talvez vocês acabem lendo alguns dos rascunhos…

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Selinho

%d blogueiros gostam disto: