Hoje o Photoshop falhou

É engraçado ver como as pessoas perdem o controle… quando elas perdem o controle.

O Photoshop da Lózinha falhou algumas vezes hoje, dando alguns problemas que ninguém sabe explicar o porque acontecem. Não foi só uma ou duas vezes, foram falhas ao longo do dia, e por isso o trabalho que ela tinha que fazer quase não sai. Ela ficou nervosa, consultou foruns para ver se o que estava dando errado era mesmo um erro (que na verdade não era) ou se era falta de conhecimento, até que por fim, se convenceu de que a coisa poderia ir daquele jeito mesmo.

O meu falhou também, mas é porque estou com pouco espaço na HD, então tive que fazer o trabalho em 2 micros, o que as vezes pode ser um problema.

Basicamente, estávamos participando de um Desafio de DigiScrap para o Pixel Scraper, e deu tudo certo no final.

Idéias para posts #2 de 27/01 a 27/02

Você tem um blog e, às vezes, frequentemente, ou sempre procura por idéias do que postar no seu blog? Mais ou menos uma vez por mês eu faço uma compilação de idéias interessantes para posts que surgiram no dia-a-dia desse blog e, depois, coloco tudo na página “quer uma idéia?” que você pode acessar no menu acima.  E, nesse tipo de post, nossas próprias postagens são exemplos do uso dessas idéias. No caso de um de nós ter usado uma idéia que foi compilada no mês anterior, eu repito o número da idéia, que idéia era, e adiciono o novo exemplo.

4)Escreva sobre um seriado que você assistiu e gostou

Post da Lórien

Idéias novas:

8)Transcreva alguma fala de um filme que você goste, e diga por que você gosta daquele trecho:

Post do Chronos

9)Escreva sobre o clima do dia:

Post da Lórien

Post do Chronos

10)Escreva sete palavras que descrevam o seu mês

Post da Lórien

11)Você fala alguma língua estrangeira? Gostaria de aprender alguma? Tem alguma língua que você não gostaria de aprender, ou tentou e não conseguiu?

Post da Lórien

12)Encontre um bom poema de domínio público na internet. Copie e cole, sem esquecer de citar o autor.

Primeiro post do Chronos

Segundo post do Chronos

13) Faça uma lista de cinco lugares que gostaria de conhecer, e diga por que gostaria de ir a cada um deles.

Post da Lórien

14)Escreva um poema (sim, de sua autoria):

Primeiro post do Chronos

Segundo post do Chronos

15) Copie uma citação interessante ou inspiradora do livro que você está lendo:

Post da Lórien

16)Post screenshots de um jogo de computador que você jogou recentemente:

Post da Lórien

 

Homenagem a Tolkien no Heroes V

Ontem eu estava jogando Heroes of Might and Magic V, na segunda campanha, e eis que encontro o seguinte herói:

heroes snapshot01

 

Para quem não se lembra, Gilraen é a mãe de Aragorn, na obra de JRR Tolkien. Foi ela quem disse  “Ónin i-Estel edain, ú-Chebin estel anin” (Dei esperança aos Dunedain, não fiquei com nenhuma para mim mesma – Estel, que quer dizer esperança, é um dos nomes de Aragorn).

No jogo, Gilraen é um elfo, aparenemente, do sexo masculino, embora eu não tenha certeza absoluta disso. Achei interessante encontrar a homenagem.

2013-02-25_00002

 

Outro dia, fiquei achando que um dos dragões de Heroes V tinha um nome que aparecia numa música do Rhapsody, Elrath. Mas acho que devo ter me enganado, porque não achei nada que relacionasse esse nome às músicas da banda na internet, então vou ter que ouvir melhor a música em que tenho a impressão que esse nome aparece, e ver o que realmente é falado.

 

Just a Flag… Again!

Estou com sono, sem idéias, e tenho que acordar cedo amanhã, mais do que qualquer outro dia, então o post de hoje vai ser outro “Just a Flag”!

2000px-Red_flag_waving.svg_2

Boa noite a todos! 😀

The Fairy Song

“If a man begins to sing, no one will take any notice of his song except his fellow human beings. This is true even this song is surpassingly beautiful. Other men may be in raptures at his skill, but the rest of creation is, by and large, unmoved. Perhaps a cat or a dog may look at him; his horse, if it´s an exceptionally intelligent beast, may pause in cropping the grass, but that is the extent of it. But when the fairy sang, the whole world listened to him. Stephen felt clouds pause in their passing; he felt slepping hills shift and murmur, he felt cold mists dance. He understood for the first time that the world is no dumb at all, but merely waiting for someone to speak to it in a language it understands. In the fairy´s song the earth recognized the names by which it called itself”

Susanna Clarke, Jonathan Strange & Mr. Norrell – Chapter 42 – Strange deceides to write a book, p 469.

 

Mais um trecho memorável de Jonathan Strange and Mr. Norrell. Esse trecho me lembrou algumas pessoas queridas.Vou tentar fazer uma tradutosca (essa saiu tosca mesmo, sorry!):

Se um homem começa a cantar, ninguém vai tomar conhecimento de sua canção, além de seus companheiros de humanidade. Isso é verdadeiro até se essa canção for infinitamente bonita. Outros homens podem estar em êxtase com sua habilidade, mas o resto da criação estará, em grande parte, impassível. Talvez um gato ou um cão olhem para ele; caso seja um animal excepcionalmente inteligente, seu cavalo pode parar de mastigar a grama, mas é o máximo que ele pode fazer. Mas, quando o fada* cantou, o mundo inteiro o escutou.  Stephen sentiu nuvens pararem seus trajetos, ele sentiu colinas sonolentas murmurarem e mudarem, sentiu névoas geladas dançarem  Ele entendeu pela primeira vez que o mundo não é um tolo, mas está somente à espera de alguém que fale falar em uma linguagem que ele entende. Na canção do fada a terra reconheceu os nomes pelos quais ela chamava a sí mesma.

*Era um fada de gênero masculino. Eu não tenho uma boa palavra para “fada de gênero masculino” em inglês. “ser feérico” ou “criatura de Faerie” poderia, eventualmente, se aplicar, mas não nesse caso. Até porque, salvo engano, é a primeira vez no livro que a autora se refere ao dito ser como “the fairy”

Citação

Menino

Eu andei por cima da pedra,
E vi uma ponte escura,
Acima de um vale iluminado,
por cima de água pura.

Eu cruzei esta enorme ponte,
e adiante eu vi um menino,
ele era eu ontem,
ele era pequenino.

O menino me deu uma bala
era doce e saborosa,
tinha gosto de inocência
e cheirava a brincadeira gostosa.

Eu andei mais adiante,
pelo caminho que me mostrou,
eu cheguei a uma caverna,
onde lá não havia som.

A caverna era escura,
E eu andava nela a esmo,
não sabia onde pisava,
tinha medo de mim mesmo.

Ela era o meu futuro,
nada tinha acontecido,
havia água rolando,
havia eu caindo.

Na verdade só era escuro,
porque também era o presente,
e eu não via nada a minha frente,
porque ainda tinha olhos de menino.

Héliton Junior

— — —

Escrevi essa poema a muito tempo atraz, nem lembro quando. E lendo ele hoje, eu vejo o quanto ele faz sentido na minha vida. Muitas coisas eu ainda olho com os olhos de um menino.

Os gatos comem frutas

Sim, pode parecer um nome estranho para um post e para um habito pouco conhecido pelas pessoas, mas meus gatos pelo menos comem frutas.

A Messy hoje abriu um buraco enorme na manga que estava já a um tempo na geladeira. Bom, eu como “pai” (aquele que só estraga os filhos) deixei pra ver até onde ia. Em geral, algumas frutas não fazem bem para os gatos, a uva é uma delas, e é uma que a gente tem certeza pelo menos. No caso da manga era a primeira vez que eu via um gato comendo, então depois fiquei observando a gata, tudo normal. Ah sim, era manga pra fazer suco, depois de separado as partes boas, eu deixei o caroço no prato dos gatos para ela terminar de lamber.

Mas ela não é a única a fazer isso. O Byakko é louco por Pessego e Caqui, não pode sentir o cheiro (e ele sente o cheiro a milhas de distancia) que vem correndo e miando, agarrando a minha perna tentando alcançar a fruta. Eu tenho que comer e dar um pouco pra ele ao mesmo tempo, ou não consigo comer nada. Na verdade, o gordo aqui em casa não pode me ver comendo nada, que eu já tenho que mostrar pra ele o que é. Se ele sente o cheiro e não gosta, sorte a minha, mas se ele gosta, eu sou obrigado a dar um pouco, ou não consigo comer. Salvo as exceções de chocolate e outras coisas industrializadas que não damos de jeito nenhum para eles. Ai pode chorar ou arranhar que não ganha mesmo.

Os outros gatos não se interessam muito por frutas, mas a Messy e o Byakko são fãs. Comprei melão hoje na feira, e sei que quando eu abrir, os 2 vão brigar pra ver quem lambe o resto que sobrou na casca.

Buraco (o jogo)

Ontem jogamos buraco. Buraco é o jogo oficial da minha família materna desde… Bem, eu já via as pessoas jogando quando eu era muito pequena, então, a nossa geração é, pelo menos, a segunda que joga quando tem encontros de família 😀

Acho que na época do Multiply eu cheguei a postar algo contando como algumas tradições dos encontros de família na casa da minha avó acabaram virando tradições nos encontros de família na casa da minha mãe, embora muitas circunstâncias, de uma geração para a outra, tenham mudado muito. Mas, como o Mutiply já era, acho que não custa comentar por aqui. Mas enfim, de uma geração para a outra, muitas coisas mudaram na família.

Encontro de família na casa da minha avó, tinha pelo menos 10, 12 pessoas (esses eram os encontros pequenos, em que só umas duas ou três das minhas tias iam). Na casa da minha mãe, os encontros pequenos têm 5, 6 pessoas. Minha mãe ainda não tem netos – e é provável que meus filhos, quando vierem, não tenham primos, e, para mim, primos eram uma das coisas mais gostosas da infância! – Aliás, estou naquela idade em que uma parte considerável dos meus primos que são da minha geração- sim, são muitos – estão com filhinhos bebês – e os 30 anos se aproximando… É uma beleza :S

Enfim, digressões que tornam o texto confuso à parte, eu acho importante ter tradições familiares. Nós não temos muitas, por isso eu cultivo as poucas que eu tenho. E jogar buraco nas reuniões de família é uma delas. Uma tradição muito divertida 🙂

Lindsay Stirling – Crystalize

One of my favorites videos (and music) of her. If faeris and sylphs still remain into mortal world, Lindsay is one of them.

Drama

Esse é um dos meus vídeos do YouTube preferidos:

 

Drama, no inglês coloquial contemporâneo (“na gíria” do momento) tem à ver com exagerar as coisas, com fazer tempestade no copo d´água.

Às vezes um poco de drama é bom, não? Mas com moderação. Ou enche a paciência :p

Entradas Mais Antigas Anteriores

Selinho