Para encontrar a resposta que você procura…

você PRECISA saber a pergunta.

Ok, isso pode parecer besta, tão besta que pode ser ridículo em algumas situações. Você, se for um pouco mais nerd, já deve estar pensando que isso é uma simples referência ao engraçadíssimo Guia do Mochileiro das galáxias. Só que não é só isso. Se você já trabalhou com suporte, ou de algum outro modo ajudando as pessoas a aprenderem coisas novas, talvez já esteja vendo além da obviedade.

A questão é que a precisão ao formular uma pergunta é diretamente proporcional à qualidade da resposta. Se você perguntar, por exemplo, “Eu quero aprender tudo sobre Adobe Page Maker” você vai obter uma resposta muito vaga. Se, ao invés disso, você pergunta “quero saber como diminuir, no Page Maker, o tamanho das bordas da página e da separação entre colunas”, é bem mais provável que você aprenda bem mais rapidamente o que você precisa, e você sempre pode fazer outras perguntas em outros momentos. Assim, uma das coisas que é comum ocorrer quando você está lidando com alguém que está aprendendo, é a resposta ser respondida com outras perguntas, até que a pessoa mais experiente consiga entender o que você realmente precisa.

Por outro lado, eu entendo que há situações em que uma pessoa se sinta tão perdida que seja difícil formular uma pergunta. Minha estratégia é: Se eu não consegui formular uma boa pergunta, sinal de que ainda não é hora de perguntar. Outra estratégia possível é não perguntar “na lata”, mas, na formulação da pergunta, explicar um pouco do motivo pelo qual você precisa de ajuda por isso. Ao invés de simplesmente perguntar “como faço isso?”, você pode perguntar “eu tenho ferramentas A e B e gostaria de fazer tal coisa. Qual é o melhor método para fazer isso?”

Embora minha motivação para postar essas linhas tenha sido de perguntas bem práticas que as pessoas fazem na internet (acabei de ver uma em um fórum de scrap que teria sido respondida bem mais rapidamente se a pessoa tivesse se explicado um pouquinho melhor), é curioso notar que isso também vale para quando você  joga um oráculo. Se você tem uma pergunta genérica, é bem provável que você não saiba exatamente ao que se refere a carta/hexagrama/voo de pássaro/whatever que você está usando para divinar. Com uma pergunta específica, o seu oráculo se referirá especificamente ao assunto.

Eu acho que formular uma boa pergunta é um esforço muito recompensador, principalmente para quem costuma ver muitas falhas de comunicação acontecerem ao redor. Por isso, esse é o meu conselho: Antes de procurar uma resposta, encontre uma pergunta.

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Selinho

%d blogueiros gostam disto: