Eram os raios do céu…

Levou 30min antes de realmente chover. Nesse tempo ficou relampejando. E era muito bonito de se escutar.

Eu sou curioso, escutar só não bastava, então eu abri a janela do quarto para olhar. Caía uma chuva fraca, umas gotas bem esparsas, mas o céu era de um cinza chumbo intenso. E trovejava.

Eu ví um relâmpago cair bem perto daqui, e era um relâmpago sem vergonha de se mostrar. Ele piscou por bem mais que 1 simples segundo, ele ficou um bom tempo se exibindo ali, como se eu fosse sua plateia, e eu fiquei feliz.

A maioria das pessoas têm medo disso, minha esposa principalmente, mas eu adoro aquilo que é natural, mesmo se for mortal. E aquele relâmpago devia saber disso. Acho que ele veio me visitar, sabendo que eu estava ali para recebe-lo. Não fez barulho, não deu sinal, foi numa sincronia perfeita entre eu abrir a janela e ele se mostrar. Quase como amantes…

Agradeci. Bastou um “salve Zeus”. Fechei a janela e voltei pra cama, como se nada tivesse acontecido. Veio então a chuva torrencial, e logo tudo passou.

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Selinho

%d blogueiros gostam disto: