Causos de hospital

Hoje eu fui fazer um exame que preciso levar para o médico mês que vem. À parte o primeiro hospital que eu fui não ter podido me atender, o atendimento foi excelente, mesmo pelo SUS. E eu nem precisei agendar. Eu ainda acabei passando horas e horas na fila, não por causa do meu exame, mas porque levei o Chro no PS por causa da gripe. Mas essa é outra conversa.

O que vim contar mesmo foi um fato engraçado que me aconteceu na fila para o exame: Estavamos só eu e um rapaz esperando aquele exame específico, em um local específico. Aí, a enfermeira, sorridente, saiu da sala de exame para chamar o próximo paciente “Maria Slk… o que? Xi, eu não sei falar esse nome não.” Foi perguntar para a secretária: Ela também não sabia, e era o único sobrenome. Um daqueles nomes eslavos (ou algo assim) que parece ter muitas consoantes para o tanto de vogais e as poucas vogais parecem estar mal posicionadas no nome, sabe?  Ela me perguntou se eu não era a Maria, eu falei que não, ela ficou olhando, olhando, rodeando… até que decidiu “gente, eu não vou anunciar esse nome lá na recepção geral não, vou esperar a Maria aparecer aqui, esse nome é muito refinado, vou passar vergonha. É nome de gente chic, não sei pronunciar isso, se eu tentar dizer esse sobrenome vou ficar morrendo de vergonha, eu sou pobre, só falo português”. E voltou para a sala para deixar a ficha da Maria aguardando e chamar o paciente seguinte.

Mais tarde, casualmente, descobri que a Maria era uma senhora bastante simpática 🙂

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Selinho

%d blogueiros gostam disto: