Mimimi de menininha #3

menininha

Eu acabei de matar uma barata. Yay!

Ok, meu coração ainda está acelerado, eu ainda estou um pouco apavorada. Mas eu matei uma barata, das bem grandes. Eu sou daquele tipo de mulher que grita, sobe na cadeira, e sai correndo com baratas. Então, isso, de certo modo, pode ser um avanço.

Eu abri a porta de serviço, com Éowyn Cat e Ronny Peppers aos meus pés, com uma pilha de roupa suja para lavar nas mãos. E ela estava lá, virada de pernas para o ar, mas se mexendo. Eu comecei a gritar pelo Chronos e, enquanto pedia socorro, e um instinto dizia “corra Lozinha, corra” e outro dizia “não, os gatos, eu não quero que o Ronron e a Fofinha comam a barata, ou, pior, levem a barata dilacerada para casa”.

A minha mente se focou nas cenas horríveis com gatos e barata gigante, então eu tentava desesperadamente afastar os feinos. Tirava um, tirava outro,  mas não consegui segurá-los por muito tempo. Ronny virou a barata (ou ela se virou?) e ela começou a correr em direção á máquina de lavar, fugindo do gato. Foi aí que eu pisei nela (eca!) com meu chinelo de ficar em casa (eca! eca! eca! #QuiNojinho!).

Aí, eu travei. Fiquei lá, chamando pedindo ajuda do chro e afastando os gatos da metade da barata que saia prá fora do meu chinelo, quase como se eu estivesse em uma daquelas máquinas de casa de jogos, nas quais você tem que bater no jacaré/coelho/whatever que sai da toca. Foi um interminável minuto/minuto e meio, até ele chegar. E aquelas patinhas de barata se debatendo (eeeeeeeeeeeeecaaaaaaaaaaaaaaaa! #QuiNojinho). Bem, eu só tirei o pé depois que o Chro falou que eu podia soltar.

Desnecessário dizer que o chinelo e a meia já estão devidamente separados para lavagem, né?

Agora pensando com mais calma, talvez tivesse sido terrível se os gatos tivessem pego a barata. E se a barata estivesse envenenada, porque algum vizinho tentou matá-la, um dos gatos comesse e acabasse passando mal com o veneno? Acho que eu fiz a melhor escolha 🙂

Mimimi de menininha #2

menininha

 

 

Eu nunca tomei remédio químico prá cólica. Sempre usei coisinhas alternativas: bolsa de água quente, reiki, se aquecer, chazinho, limão…

Mas olha, tem dias em que a idéia de um remédio químico para cólica é tentadora!

Mimimi de menininha #1

menininha

 

 

Eu só compro absorventes em duas ocasiões. A que é a mais comum, quando encontro em promoção. Na falta de ofertas, utilizo a opção 2: Quando os absorventes de um determinado tipo estão acabando (ou acabaram) eu reponho o estoque. Em qualquer uma das ocasiões, costumo comprar “de monte” de uma vez, prá não ter que esquentar a cabeça com isso todo mês. E eu costumo ter diversos modelos diferentes, de diversas marcas, de absorvente, usando cada tipo e marca para uma situação diferente.

Pois bem, hoje foi dia de comprar absorventes pelo motivo 2: Alguns dos modelos estavam acabando. Entre eles, fui comprar o Íntimus noturno. Dentre os noturnos que eu compro, o Intimus é o que eu uso para noites de fluxo moderado a baixo, e para os dias quando eu não vou ter acesso a um banheiro limpo e seguro por algumas horas em sequencia.  Ele tem sido meu companheiro nessas situações já há alguns anos, acredito que desde que parei de conseguir encontrar o noturno da marca Moddess. Hoje, ao ir comprar, constatei que a embalagem tinha mudado um pouco. Isso acontecera outras vezes, mas o produto era mais ou menos o mesmo. Além disso, eles não mudariam a linha já existente sendo que acabaram de criar uma linha nova, certo? Errado!

(antes de continuar contando a história principal, devo dizer que ganhei uma amostra da linha nova da Intimus, e experimentei: Ele é lindo fofo e charmoso, mas vazou… E eu estava no trabalho… Eca!)

A mudança boa é que parece que o absorvente está um pouquinho maior. Mas se eu enumerar as ruins… Acho que elas são bem maiores:

A começar pela apresentação: Sabe aquele tradicional saquinho branquinho que embalava os absorventes um a um e que foi a “cara” da linha intimus quando essa foi lançada? JÁ ERA :(( Foi substituída por uma embalagem individual semi-transparente opaca (e fina),  com a intenção de mostrar o desenho tribal bonitinho do liner do absorvente (liner é a parte que protege uma camada de adesivo – coisas que se aprende trabalhando com decoração em vinil), que, realmente, é maravilhoso. Design esse que não compensa o prejuízo: O pacote é difícil de abrir e perdeu-se o diferencial da Intimus em relação à Always e outras marcas, que era que o absorvente vem “solto” na embalagem individual. Agora, o liner está grudado no tal do plastiquinho novo, bem como os da Always. Aliás, outra tendência chata que a Intimus aproveitou: Ao contrário do que acontecia até então, as duas abas vêm fechadas por cima do absorvente pelo mesmo liner, de modo que só se abre as abas com o liner retirado de pelo menos uma das abas: o que, além do potencial de que a aba cole em alguma posição que não seja a adequada, diminui a adaptabilidade do absorvente à calcinha. Eu, pelo menos, em geral costumava colocar o absorvente na calcinha onde eu achava que ele deveria ficar, virar as abas sem descolar os liners e colocar a calcinha, verificando se o absorvente está mesmo no lugar certo, fazendo algum ajuste necessário e, só depois da certeza do posicionamento eu grudava as abas. Com esse novo jeito de colocar as abas, isso tende a não funcionar tão bem assim.

Mas o pior eu ainda não contei: O absorvente está fino. Muito fino. fino bagarai. Bagarai mesmo. Absurdamente fino Muito papel de scrap que eu uso é mais grosso que isso. Pode ter mulheres que até comemorem o afinamento dos absorventes, e eu sei que a indústria de absorventes evolui de modo a gerar maior absorção num produto mais fino. Mas é sério: absorvente fino me dá muita insegurança. E esse está tão fino que eu não corro o risco de ficar com ele sem um banheiro por perto não. Ou seja, pelo menos até eu ter coragem de testar a absorção do dito ser, não confio mais nele prás noites de fluxo moderado, nem pros dias sem pausa para o banheiro quando eu quiser. Absorvente fino dá muita insegurança em mulheres com um fluxo menstrual um pouco maior. Ainda mais que o absorvente da nova linha, que, em tese, deveria ser melhor, vazou, eu vou tomar cuidado, muito cuidado, com o Intimus noturno por uns tempos. Provavelmente o Always noturno vai virar o absorvente que eu uso como eu usava o Intimus antes. Ok, confesso: Estou arrependida por ter comprado quatro pacotes de uma vez…

Vamos torcer para que a situação não seja tão catastrófica quanto parece, ou que, pelo menos, eu consiga gastar esses 4 pacotes, para eventualmente não comprar mais esse absorvente. Mas eu realmente acho que as marcas de absorventes deveriam pensar com mais carinho nas mulheres com fluxo intenso e na relação que elas estabelecem com seus absorventes antes de sair por aí afinando as coisas.

Selinho