Dia do Fã 2013

Acabamos de voltar do Dia do Fã – Eu estou super cansada, depois de um dia inteiro de diversão. Gostaria de agradecer a toda organização do evento – que foi MUITO legal, à Faculdade Sumaré, que cedeu o espaço tornando o evento possível – e gratuito – nós agradecemos muito por isso! – e a todos os amigos que tornaram esse dia muito divertido.

Estou muito feliz porque nosso amigo Cesar, o Elfhelm, ganhou o concurso de fantasia com a roupa de Gandalf – ele merecia, é um excelente cosplayer – e, é claro, adorei rever o pessoal de diversos fandoms – eu simplesmente adoro esse povo! E essa é uma das coisas que eu gosto em São Paulo: Nenhuma outra cidade do país tem fandoms tão numerosos, alegres, amigáveis e sociáveis!

Anúncios

Tolkien Toast 2013

tolkien toast 2013

fui eu quem fiz essa montagem ontem 🙂 Que orgulho!

Toast, em inglês, quer dizer tanto brinde quanto torrada.  De acordo com a Tolkien Society:

No dia 03/01/1892 JRR Tolkien nasceu em Bloemfontein, África do Sul. Para celebrar esse evento, nesse dia todos os anos fãs de Tolkien ao redor do planeta são convidados a erguer um copo e brindar o aniversário desse autor muito amado. O brinde é “Ao Professor”.

Por mais incrível que possa parecer para alguém de fora, essa tradição é levada à sério. Inclusive em Mordor, quer dizer, São Paulo. Meu primeiro encontro da Toca São Paulo do Conselho Branco – Sociedade Tolkien, foi um 03 de Janeiro, no ano de 2004.  Esse era um encontro regular, mas o Thain da época, o Palan, explicou que era tradicional entre os fãs fazer um brinde nessa data, alguém arrumou copos descartáveis e um refrigerante barato, e todos brindamos “Ao Professor!”. O pessoal da Toca tinha marcado esse encontro no Centro Cultural São Paulo. Não sabiam que o local estaria fechado. Mais de cem pessoas participaram do encontro, que aconteceu na entrada principal do mesmo.

Foi uma experiência bizarra. Mas divertida. Eu estou no CB – e me importo com o Conselho Branco e a Toca São Paulo, até hoje. E, à partir do ano seguinte, independente do dia da semana, a Toca São Paulo passou a se encontrar para brindar com Milkshake de Ovomaltine, sempre no mesmo lugar. O Tolkien Toast virou uma de minhas tradições, junto com tantas outras. Confesso que não esperava muito do brinde desse ano – pela primeira vez nesses 9 anos trabalhei no dia, chegamos lá às 19:30. Pensei que não fosse encontrar quase ninguém lá dessa vez, mas tive uma agradável surpresa:

quase todas as pessoas que estavam no Tolkien Toast na hora que eu cheguei estão nessa foto, mais alguns que chegaram depois. Pouca gente saiu de lá antes que eu chegasse, até onde eu saiba…

Além de muitos amigos de longa e média data, que já brindaram conosco antes, haviam amigos que conhecemos durante esse ano, e… Novatos! Um grupo de três amigos, um dos quais trabalha comigo, foi para o brinde. Isso me deixou super feliz, até porque quem conhece a Toca em dia de Tolkien Toast costuma ficar! Já saiu até casamento 🙂 Pode parecer fatalista, bizarro ou sei-lá-o-que, mas o brinde desse ano me deixou mais esperançosa em relação às pessoas…

Enfim, após esses comentários, queria compartilhar uma mensagem, que a Débora “Valie”, da Diretoria Nacional do Conselho Branco postou no Facebook dela, e que eu perdi para colocar aqui:

Dia 3 de janeiro é aniversário de Tolkien.
E não dá pra passar batido.

12 anos atrás eu conheci O Senhor dos Anéis. Até então eu não podia imaginar que um livro poderia mudar e moldar a minha vida. A partir daí foi:
Conversar sobre livros com uma pessoa com quem talvez não tivesse conversado por outro motivo.
Ouvir músicas e conhecer bandas que talvez não chegasse a ouvir, e que guiaram meu gosto musical até hoje.
Me aventurar na internet em grupos de discussão e conhecer pessoas diferentes, expandindo meu círculo social.
Adotar um apelido que cresceu tanto e é tão parte de mim que hoje tem gente que acha que é sobrenome.
Fazer amizades que já duram quase 10 anos.
Conhecer pessoas que foram, deixaram de ser, ou continuam sendo muito importantes na minha vida.
Participar de encontros e perder a timidez por ter que discutir e me expressar entre os pessoas semi-desconhecidas, coisa que me ajudou profundamente até na apresentação dos TCCs.
Conhecer outros livros, outras músicas, outros jogos, outras séries e ter com quem discutir tudo isso.
Fazer intercâmbio do outro lado do mundo não pela língua, não pela cultura, não pelo povo, mas por ser a locação dos filmes.
E finalmente pedir licença do trabalho pra fazer a loucura de em 20 dias ir pra Europa com o simples objetivo de participar de um evento dedicado a esse homem. E por conta disso conhecer 3 países e diversas cidades.
O que me fez chorar ao ficar ao lado do túmulo desse autor não foi a obra. Não foram os hobbits e os elfos, ou a história de amor de Beren e Lúthien (ou John e Edith). Foi pensar nisso tudo, em como esse homem mudou a minha vida. Mudou a minha vida o suficiente pra, naquele dia, eu estar ali, ao lado do seu túmulo, a milhares de quilômetros de distância de casa, sozinha, mas com amigos já recém conquistados por causa dele.

Porque, simplesmente, se hoje eu sou quem eu sou, e minha vida é como é, é em grande parte por causa dele.

Nesse dia, todos os meus brindes são “Ao Professor!”

Eu abri um álbum no Picasa para as fotos do brinde que ficaram interessantes. Eu queria ter tirado mais fotos, já que as do ano passado ficaram maravilhosas, mas o pessoal não quis fazer muitas poses esse ano. E neste link, para o site da Tolkien Society é possível ver as manifestações enviadas pelos fãs ao redor do mundo, dizendo com o que cada um brindou e algumas mensagens para o evento.  A minha está lá, em algum lugar…

Gostou? Comente, compartilhe! Se eu achar alguma outra coisa interessante sobre o Tolkien Toast 2013 nos próximos dias eu atualizo esse post 🙂

Selinho